Sábado, 29 de Novembro de 2008

A idade

Velho de 82 anos para o médico:

- Doutor, na minha idade qual a posição mais aconselhável para fazer sexo ?

Dr. responde:

- Tipo cão.............!!!

O velho todo contente:

- Tenho que dar por trás???

Doutor, rindo:

- Não!!!!!!!!!!!!!!!!! Só deve cheirar e lamber...

 

Categorias: ,
publicado por floreca às 18:52

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

A cebola e a árvore de Natal

Uma família feliz está à mesa de jantar quando o filho fala se poderia fazer uma pergunta.
O pai responde:
- Claro, filho, vá perguntando!
E o filho:
- Papai, quantos tipos de seios existem?
O pai, um tanto surpreso, responde:
- Bem, meu filho, existem três tipos de seios.
Aos 20 anos a mulher tem seios como maçãs, firmes e redondos, lindos, dá prazer de olhar.
Dos 30 aos 40 eles são como peras, ainda belos, porém um pouco caídos...
Aos 50 os seios ficam como cebolas... 
E o filho:
- Cebolas?!
E o pai:
- Sim. Quando você olha para eles, fica com vontade de chorar!
Esta explicação leva a mãe e a filha a um ponto nevrálgico tal que a filha pergunta:
- Posso também fazer uma pergunta um tanto pessoal?
- Mãe, quantos tipos de pénis existem?
A mãe fica um pouco surpresa, mas olha para o marido e responde:
- Bem, filhinha, um homem passa por três fases distintas.
Aos 20 anos o pénis é como um pé de Jacarandá, respeitável e firme.
Dos 30 aos 40 anos o pénis é como um pé de Chorão, flexível mas confiável.
Após os 50 anos o pénis fica como uma árvore de Natal.
E a filha:
- Árvore de Natal?!
E a mãe:
- Isso mesmo. Morto da raiz até a ponta, e as bolas ficam penduradas como decoração!! E o pior: só se arma uma vez por ano!!!

 

Categorias: , ,
publicado por floreca às 09:12

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007

Erro de cálculo...

Um homem está calmamente no supermercado a fazer compras quando de repente uma bela morena, dos seus trinta e poucos anos olha fixadamente para ele e depois explode:
- Acho que você é pai de um dos meus meninos!
Incrédulo, faz um rápido exercício de rememoração, pensa na única vez que foi infiel à mulher e responde aflitíssimo:
- Você é aquela prostituta com quem fiz sexo, sem qualquer protecção, totalmente embriagado, à beira da piscina, naquela despedida de solteiro do Jorge, que estava ao nosso lado num bacanal com duas das suas colegas?
- Não. Sou professora de matemática do seu filho Joãozinho...

 

Categorias: ,
publicado por floreca às 08:47

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Os dois sentidos

Antes do casamento...

Ele: - Sim. Custou tanto esperar por este momento.
Ela: - Queres que me vá embora?
Ele: - Não! Nem penses nisso.
Ela: - Amas-me?
Ele: - Claro! Muito e muito!
Ela: - Alguma vez me traiste?
Ele: - NÃO! Porque ainda perguntas?
Ela: - Beijas-me?
Ele: - Sempre que possível!
Ela: - Vais-me fazer sofrer?
Ele: - És doida! Não sou desse género de pessoa!
Ela: - Posso confiar em ti?
Ele: - Sim.
Ela: - Querido!

Depois do casamento...

Ler de baixo para cima

 

Categorias: ,
publicado por floreca às 08:38

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 11 de Novembro de 2007

Lutar por beijos


Pais e filhos em igualdade...

 

Categorias: ,
publicado por floreca às 09:57

link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Abril de 2007

Falar a dobrar

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos mostrou que os homens usam em média 1500 palavras por dia, enquanto que as mulheres usam no mínimo 3000.
No congresso onde este estudo foi apresentado uma mulher levantou-se e disse:
- É lógico que as mulheres falem o dobro dos homens - explicou - Nós temos que repetir tudo o que dizemos para os homens entenderem.
E o apresentador perguntou:
- Como assim?

 

Categorias: , ,
publicado por floreca às 10:09

link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Março de 2007

Luto

- Um Fuzileiro Naval chega numa farmácia e pede uma camisinha preta à funcionária.
Ela admirada diz:
- Camisinha preta??? Nós não temos camisinha na cor preta. Aliás, o senhor desculpe-me a curiosidade, mas para que quer o senhor uma camisinha preta?
- É que a minha sogra morreu, diz o Naval, e eu quero transar com minha mulher mas quero demonstrar algum sinal de luto.
- Puxa vida, exclama a moça, nunca havia pensado nisso. Mas o senhor faz o seguinte, use uma comum a meio pau que é a mesma coisa!

 

Categorias: ,
publicado por floreca às 15:43

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Março de 2007

Férias

Dois gajos do Porto (tinha que ser!), discutem sobre férias, e diz o primeiro:
- Este ano num bou seguir os teus cunseilhos!
- Atão e porquê?
- Atão, em nobenta e oito sujeriste-me o Habay. Eu fui e a Maria engrabidoue! Em nobenta e nóbe sujeriste-me a Republica Dóminicâna. Eu fui e a Maria engrabidoue! Em dois mil mandaste-me pró Brazil. Eu fui e a Maria engrabidoue! Arre porra, num cunfio mais em ti, carago!
- Deixa-te de merdas! Este ano bai mas é às Ilhas Seixales, mas tens que tomar um cuidado!
- Cuidado! que cuidado?
- Desta bez leba a Maria cuntigo, carago!!!

 

Categorias: ,
publicado por floreca às 23:15

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Janeiro de 2007

Finalmente, uma anedota de gajos loiros!

Dois loiros estavam a trabalhar para o Departamento de Urbanismo da Câmara. Um escavava um buraco e o outro vinha atrás e voltava a tapar o buraco.

Trabalharam num lado e depois no outro lado da rua.

No fim, passaram à rua seguinte, sem nunca descansar.

Um escavava um buraco e outro voltava a encher de terra o buraco.

Um espectador, divertido com a situação, mas não entendendo porque eles faziam isto, foi perguntar ao cavador:

-Estou impressionado com o esforço que os dois põem no trabalho, mas não compreendo porque é que um escava um buraco e, mal acaba, o parceiro vem atrás e volta a enchê-lo.

O cavador, limpando a testa, suspira:

-Bem, isto pode parecer estranho porque, normalmente, somos três homens na equipa; mas hoje o gajo que planta as árvores telefonou a dizer que estava doente...

 

sinto-me:
Categorias: ,
publicado por floreca às 21:39

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 2 de Novembro de 2006

Porque são os homens mais felizes que as mulheres?

- O último nome nunca muda.
- A garagem é toda deles.
- Os planos pro casamento aparecem feitos. 
- Chocolate é apenas mais um snack.
- Nunca ficam grávidos.
- Podem usar uma t-shirt branca para um parque aquático. De facto, podem nem levar t-shirt.
- Os mecânicos falam com eles de maneira normal e não como se fossem atrasados mentais. 
- Nunca têm que ir à procura de outra casa de banho porque a primeira tá um nojo.
- Mesmo emprego, melhor salário.
- Vestido de noiva, pra cima dum balúrdio; blaiser 150EUR.
- As rugas e o cabelo grisalho dão-lhes estilo. 
- Os sapatos novos não causam bolhas nem amarfanham os pés.
- Têm sempre a mesma disposição.
- As conversas telefónicas só duram 30 segundos.
- Para umas férias de 5 dias só precisam de uma mala.
- Conseguem abrir todos os frascos sem ajuda.
- Agir sem pensar é bem visto.
- A roupa interior é muito mais barata.
- Nunca têm problemas com as alças do soutien.
- São incapazes de ver que a roupa está toda amassada.
- O mesmo estilo de penteado fica na moda durante décadas.
- Apenas têm que se preocupar com os pelos da cara.
- Não se martirizam por terem pneus
- Só precisam de um par de sapatos.
- Podem arranjar as unhas com um canivete.
- Não faz mal se tiverem bigode.
- Conseguem fazer as compras de Natal para 25 parentes no dia 24, em 25 minutos.
 

 Não admira que sejam mais descontraídos...

sinto-me:
Categorias:
publicado por floreca às 21:51

link do post | comentar | favorito
Sábado, 17 de Junho de 2006

Cérebro masculino

clique para ampliar

Categorias: ,
publicado por floreca às 20:46

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Diário de um dono de casa

Porque se queixarão as mulheres das lides domésticas se basta um pouco de organização?
Por : Ivan Kraus

Segunda-feira
Sozinho em casa. A minha mulher foi passar a semana fora. Ora aí está uma excelente mudança. Vamos passar uma semana inesquecível, o cão e eu.
Delineei um programa e organizei o meu horário. Sei exactamente a que horas me levantar, quanto tempo demoro na casa de banho e a preparar o pequeno-almoço. Acrescentei o número de horas de que preciso para lavar a loiça, fazer limpezas, passear o cão, ir às compras e cozinhar. Fiquei agradavelmente surpreendido com o muito tempo livre que ainda terei. Não percebo porque é que as mulheres se queixam da lida da casa se tudo isso exige tão pouco tempo. O segredo está numa boa organização.
O cão e eu comemos um bife cada um ao jantar. Vesti-me a rigor, acendi uma vela e pus rosas numa jarra para criar uma atmosfera aprazível. O cão comeu paté de foi gras como entrada, repetiu a dose como prato principal, com uma requintada guarnição de legumes e biscoitos à sobremesa. Eu bebi vinho e fumei um charuto.
Há muito que não me sentia tão bem.

Terça-feira
Tenho de dar uma olhadela ao meu horário. Uns pequenos acertos.
Expliquei ao cão que não se pode ter festa todos os dias e que por isso, não pode estar à espera de entradas e três tigelas de comida, que é claro, tenho de lavar.
Ao pequeno-almoço, verifiquei que o sumo de laranja natural tem um inconveniente. É preciso lavar sempre o espremedor. Alteração possível: fazer sumo para dias. Assim só tenho metade do trabalho.
Descoberta: posso aquecer salsichas dentro da sopa. Menos uma panela para lavar.
É claro que não pretendo aspirar todos os dias, como a minha mulher queria. De dois em dois dias é mais que suficiente. O segredo está em andar de chinelos e limpar as patas do cão. Quanto ao resto sinto-me optimamente.

Quarta-feira
Tenho a impressão de que afinal a lida doméstica leva mais tempo do que pensava. Preciso de repensar a minha estratégia.
Primeiro passo: comprei um saco de comida rápida. Não tenho de perder mais tempo com cozinhados. É um disparate perder mais tempo com a comida do que comê-la.
A cama é outro problema. Primeiro é preciso sair de dentro do edredão, a seguir arejá-lo e por fim fazer a cama. Que complicação! Acho que não vale a pena fazê-la todos os dias, sobretudo porque nessa mesma noite voltarei a deitar-me. Parece-me inútil.
Deixei de fazer refeições complicadas para o cão. Comprei algumas de lata.
Ele fez má cara, mas não teve outro remédio senão comê-las. Se tenho de arranjar-me com refeições pré cozinhadas, ele não é mais do que eu.

Quinta-feira
Acabou-se o sumo de laranja! Como é que um fruto aparentemente tão inocente causa tamanha confusão? É inacreditável! Vou passar a comprar sumo engarrafado pronto a beber.
Descoberta: consegui sair da cama quase sem a desfazer. Basta-me depois alisar ligeiramente a roupa. Claro que é preciso uma certa prática, e não me posso mexer muito durante o sono. Doem-me um bocado as costas, mas nada que um bom duche quente não possa resolver.
Deixei de fazer a barba todos os dias. É uma perda de tempo. Assim, também, ganho uns minutos preciosos que a minha mulher, como não tem de fazer a barba nunca perde.
Descoberta: não vale a pena usar um prato lavado de cada vez que como. Lavar a loiça tantas vezes começa a dar-me cabo dos nervos. O cão também pode comer só numa tigela. Afinal, de contas é um animal.
Nota: cheguei à conclusão de que basta aspirar no máximo uma vez por semana.
Salsichas ao almoço e ao jantar.

Sexta-feira
Adeus sumos de fruta! As laranjas são muito pesadas.
Descobri o seguinte: as salsichas sabem bem de manhã. Ao almoço nem por isso. Ao jantar, nem vê-las. Salsichas mais de dois dias seguidos enjoam.
O cão, esse, está a comida seca. Afinal de contas tem os mesmos nutrientes, e não suja a tigela. Descobri que posso comer a sopa directamente da panela.
Sabe ao mesmo nem tigela nem concha. Assim já não me sinto tanto como uma máquina de lavar a louça.
Já não lavo o chão da cozinha. Irritava-me tanto como fazer a cama.
Nota: acabaram-se as latas. O abre-latas fica todo pegajoso!

Sábado
Que ideia é esta de me despir à noite se tenho de voltar a vestir-me de manhã? Aproveito mas é o tempo para ficar mais um bocadinho na cama. E também não preciso de colcha, por isso a cama está sempre feita.
O cão encheu tudo de migalhas. Pu-lo na rua de castigo. Não sou criado dele!
Que estranho. De repente, dei-me conta de que é o que a minha mulher me diz às vezes...
Hoje é dia de fazer a barba, mas não me apetece nada. Tenho os nervos em franja. Ao pequeno-almoço, só as coisas que não seja preciso desembrulhar, abrir, cortar polvilhar, cozinhar sem misturar. Tudo coisas que incomodem.
Plano: comer directamente do saco em cima do fogão. Nem pratos, nem talheres nem toalha, nem nenhum disparate desses.
Tenho as gengivas um bocado inflamadas. Deve ser a falta de fruta, que é muito pesada para carregar - se calhar, estou com princípio de escorbuto.
A minha mulher telefonou à tarde a saber se tinha lavado as janelas e posto a roupa a lavar. Desatei a rir meio histérico. Disse-lhe que não tinha tempo para essas coisas.
Há um problema com a banheira. Está entupida com esparguete. Também não estou para me chatear. Não me incomoda muito porque deixei de tomar duche.
Nota: o cão e eu comemos juntos directamente do frigorífico. Tem é de ser depressa. Não convém deixar a porta aberta muito tempo.

Domingo
O cão e eu estamos sentados na cama a ver televisão. Vemos pessoas a comer todo o tipo de iguarias. Salivamos os dois. Ambos estamos fracos e rabugentos.
Esta manhã comi da tigela do cão. Nenhum de nós gostou. Precisava de me lavar, barbear, pentear, fazer comida para o cão, limpar a casa ir às compras e uma série de outras coisas, mas não arranjo forças. Sinto que estou a perder o equilíbrio e que a vista me está a faltar. O cão deixou de abanar a cauda.
Num último reflexo de sobrevivência arrastámo-nos até um restaurante.
Durante uma hora, comemos toda a espécie de pratos óptimos. Em seguida, fomos para um hotel. O quarto é limpo, arrumado e confortável. Descobri a solução ideal para o governo da casa. Não sei se a minha mulher já se terá lembrado disso.

sinto-me:
Categorias:
publicado por floreca às 10:45

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 9 de Junho de 2006

Assédio sexual

Um homem passa pela sua colega de escritório e diz-lhe que o cabelo dela cheira muito bem.

A colega vai imediatamente ao gabinete do chefe e diz-lhe que quer fazer queixa por assédio sexual.

O gerente admirado pergunta-lhe:

-Mas, afinal, qual é o mal de um colega lhe dizer que o seu cabelo cheira bem?

-Chefe !!! Ele é anão !!!

Categorias: ,
publicado por floreca às 17:21

link do post | comentar | favorito

Na intimidade

Após mais uma vitória estava o Mourinho a aliviar o stress em cima de uma inglesa, com toda a táctica que lhe é internacionalmente reconhecida, quando a coitada da moçoila começa, quase a atingir o orgasmo:

"OH MEUS DEUS, OH MEU DEUS, OH MEU DEUS !!!!!"

Mourinho pára, olha pró campo de jogo, fita-a nos olhos e diz:

" FILHA, NA INTIMIDADE PODES-ME CHAMAR JOSÉ!"

sinto-me:
Categorias: ,
publicado por floreca às 17:14

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Junho de 2006

Moral da história

Era feliz...
A minha namorada e eu estavamos juntos há mais de um ano, por isso decidimos casar.
Só havia uma coisa que me chateava, era a irmã mais nova dela. A minha futura cunhada tinha 20 anitos, usava mini saias e grandes decotes...
Tinha a mania de se vir abaixar bem perto de mim e tive muitas vezes visões agradáveis da sua roupa interior.

Um dia ligou-me e convidou-me pra ir ver os convites do meu casamento.
Disse-me, então, que em breve estaria casado e que ela tinha sentimentos e desejos por mim que ela não conseguia esquecer e nem queria esquecer.
Ela queria fazer amor comigo somente uma vez antes de me casar.
Fiquei em total choque e nem consegui dizer uma palavra. Ela disse:
- "Vou lá pra cima para o meu quarto, se quiseres passar à acção só tens de subir e apanhar-me..."
Fiquei atónito. Estava congelado enquanto a observava a subir as escadas. Quando ela chegou ao cimo puxou as cuequinhas e atirou-as pelas escadas para mim. Fiquei lá por um momento, então virei-me e fui direito à porta da frente. Abri a porta e saí da casa.

Caminhei direito ao meu carro. O meu futuro sogro estava lá fora.
Com lágrimas nos olhos abraçou-me e disse:
- Estamos muito contentes que tenhas conseguido passar o nosso pequeno teste! Não podíamos pedir um melhor homem pra nossa filha. Bem-vindo à família!

Moral da história:
Guarda sempre os preservativos no carro.

sinto-me: anjinha
Categorias: ,
publicado por floreca às 13:37

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 13 de Maio de 2006

Criação

Categorias: ,
publicado por floreca às 21:05

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 13 de Abril de 2006

Traidor

Um amigo encontra outro amigo no WC a urinar sentado na sanita:
- Mas o que é isto, os homens mijam de pé! O que te aconteceu???
- Olha, na 2ª feira passada saí com uma loira, 1,80 m, seios fartos, um corpo inacreditável, e na hora H murchei!
- Na 3ª saí com uma morena, 20 anos, corpo firme, carinha laroca, e na hora H murchou!
- Na 4ª foi com uma ruiva, murchei!
- Na 5ª com uma cota enxuta, tudo em baixo...
O amigo, indignado, pergunta-lhe:
- Epá, tudo bem, murchar faz parte, acontece a qualquer um, mas por quê mijar sentado???
- Então tu achas que depois disto tudo eu ainda vou dar a mão a este traidor?

Categorias: ,
publicado por floreca às 10:00

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30

Notas recentes

A idade

A cebola e a árvore de Na...

Erro de cálculo...

Os dois sentidos

Lutar por beijos

Falar a dobrar

Luto

Férias

Finalmente, uma anedota d...

Porque são os homens mais...

Cérebro masculino

Diário de um dono de casa

Assédio sexual

Na intimidade

Moral da história

Criação

Traidor

Notas em arquivo

Novembro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Categorias

alentejanos(8)

anedota(106)

apanhados(12)

cartoon(29)

casal(33)

crianças(1)

curiosidades(3)

definição(1)

destaque(1)

emprego(1)

ensino(1)

estudantes(2)

governo(1)

história(2)

homens(17)

loiras(10)

mulheres(24)

padres(1)

pensamento(5)

perguntas(3)

signos(2)

vídeo(2)

todas as tags

Outras notas

Contacto

e-mail
blogs SAPO

subscrever feeds