Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogue de Notas

O feliz destino de alguns mails ;-)

Blogue de Notas

O feliz destino de alguns mails ;-)

16
Mai06

Bebé abandonado

Infelizmente, abandonar bebés virou moda. Pois é. Calhou que um deles foi deixado àporta de uma repartição pública ao amanhecer. Ao tomar conhecimento do facto, o director emitiu a seguinte comunicação interna:

De: Director
Para: Recursos Humanos

Acusamos o recebimento de um recém nascido de origem desconhecida. Formem uma comissão para investigar:
a) se o recém nascido é produto interno desta autarquia;
b) se algum funcionário estava envolvido com o assunto.

Depois de um mês de investigação, a comissão enviou ao director a seguinte mensagem:

De: Comissão de Investigação
Para: Sr. Director

Depois de quatro semanas de investigação concluimos que o bebé NÃO PODE SER PRODUTO DESTA AUTARQUIA, pelos seguintes motivos:

a) Com os baixos salários pagos aos servidores, nada aqui é feito com prazer e amor;

b) Nesta autarquia jamais duas pessoas colaboraram tão intimamente entre si;

c) Aqui nunca foi feito nada que tivesse pés nem cabeça;

d) Na nossa autarquia jamais foi feita alguma coisa que ficasse pronta em menos de um ano.

16
Mai06

Combater o telemarketing

- Está?

- Está, estou a falar com o senhor Nuno?

- Sim...

- Sr. Nuno, aqui é da TMN, estamos a ligar para apresentar a promoção TMN 1.382 minutos, que oferece...

- Desculpe, interrompo, mas com quem estou a falar?

- O sr está a falar com Natália Bagulho da TMN. Eu estou a ligar para...

- Natália, desculpe-me, mas para minha segurança gostaria de conferir alguns dados antes de continuar com a nossa conversa, pode ser?

- Sssssim, pode...

- A Natália trabalha em que área da TMN?

- Telemarketing Pró-Activo.

- E tem número de funcionária da TMN?

- Desculpe, mas não creio que essa informação seja necessária.

- Então terei que desligar, pois não estou seguro de estar realmente a falar com uma funcionária da TMN.

- Mas eu posso garantir...

- Além disso, sempre que tento falar com a TMN sou obrigado a fornecer os meus dados a uma data de interlocutores.

- Tudo bem, a minha matrícula é TMN-6696969-TPA.

- Só um momento enquanto verifico.

- .??? (Dois minutos mais tarde) - Só mais um momento, por favor.

- ...??? (Cinco minutos mais) - Estou sim?

- Só mais um momento, por favor, estamos muito lentos hoje cá por casa.

- Mas, senhor... (Um minuto depois)

- Pronto, Natália, obrigado por ter aguardado. Qual é mesmo o assunto?

- Aqui é da TMN, estamos a ligar para oferecer a promoção TMN 1382 minutos, pela qual o Sr. fala 1.300 minutos e ganha 82 minutos de bónus, além de poder enviar 372 SMS totalmente grátis. O senhor estaria interessado, Sr. Nuno?

- Natália, vou ter que transferir a sua ligação para a minha mulher porque é ela quem decide sobre alteração de planos de telemóveis. Por favor, não desligue, pois a sua chamada é muito importante para mim... (Pouso o telemóvel em frente ao leitor de CDs, coloco a música "Quero cheirar teu bacalhau" a tocar em repeat mode e vou beber um cafézinho...)



Válido não só para a TMN: pode experimentar com a TV CABO, Clix, PT, Cabovisão, etc...

14
Mai06

Oração de mulher

Querido Deus.
Até agora o meu dia foi bom:

* Não fiz fofoca,
* Não perdi a paciência,
* Não fui gananciosa, sarcástica, rabugenta, chata e nem irónica,
* Controlei o meu SPM,
* Não reclamei,
* Não praguejei,
* Não gritei,
* Não tive ataques de ciúmes,
* Não comi chocolate,
* Também não fiz débitos em meu cartão de crédito (nem do meu marido) e nem passei cheques pré-datados.

Mas peço a tua proteção, Senhor, pois estou para me levantar da cama a qualquer momento...
13
Mai06

Gestão por objectivos

Era uma vez uma aldeia onde viviam dois homens que tinham o mesmo nome: Joaquim Gonçalves.
Um era sacerdote e o outro, taxista. Quis o destino que morressem no mesmo dia.
Quando chegaram ao céu, São Pedro esperava-os.
- O teu nome ?
- Joaquim Gonçalves.
- És o sacerdote ?
- Não, o taxista.
São Pedro consulta as suas notas e diz:
- Bom, ganhaste o paraíso. Levas esta túnica com fios de ouro e este ceptro de platina com incrustações de rubis. Podes entrar.
- O teu nome ?
- Joaquim Gonçalves.
- És o sacerdote ?
- Sim, sou eu mesmo.
- Muito bem, meu filho, ganhaste o paraíso. Levas esta bata de linho e este ceptro de ferro.
O sacerdote diz:
- Desculpe, mas deve haver engano. Eu sou o Joaquim Gonçalves, o sacerdote!
- Sim, meu filho, ganhaste o paraíso. Levas esta bata de linho e...
- Não pode ser! Eu conheço o outro senhor. Era taxista, vivia na minha aldeia e era um desastre! Subia os passeios, batia com o carro todos os dias, conduzia pessimamente e assustava as pessoas. Nunca mudou, apesar das multas e repreensões policiais. E quanto a mim, passei 75 anos pregando todos os domingos na paróquia. Como é que ele recebe a túnica com fios de ouro e eu... isto ?
- Não é nenhum engano - diz São Pedro. Aqui no céu, estamos a fazer uma gestão mais profissional, como a que vocês fazem lá na Terra.
- Não entendo!.
- Eu explico. Agora orientamo-nos por objectivos.
É assim: durante os últimos anos, cada vez que tu pregavas, as pessoas dormiam. E cada vez que ele conduzia o táxi, as pessoas começavam a rezar.
Resultados! Percebeste? Gestão por Objectivos!

13
Mai06

Fecho

A rapariga está com uma saia apertadíssima, e quer apanhar o autocarro, precisando para tanto subir os degraus... e é esse o problema: a saia é tão apertada que ela não consegue.

Então ela põe a mão para trás e abre o fecho eclair. Ela tenta novamente subir, mas ainda assim não consegue. Mais uma vez ela põe a mão para trás e abre mais o fecho. Mas assim mesmo não consegue subir o degrau.

E uma terceira vez tem que descer o fecho. Então, de repente, duas mãos vigorosas apanham-na pela cinta e levantam-na até ela atingir o degrau superior!

- Mas quem é que o autorizou!? - diz zangadíssima a rapariga dirigindo-se ao sujeito que está atrás dela.

- Bem, depois da segunda vez me desceu o fecho das calças, achei que nós já tínhamos intimidade suficiente...