Sexta-feira, 11 de Junho de 2004

Tratamentos...

Habitua-te a tratar todos por tu. Às vezes é bastante útil.

Sabem a diferença entre "Tu" e "Você"?
Segue-se um pequeno exemplo, que ilustra muito bem essa diferença:


O Director Geral de um Banco, estava preocupado com um jovem brilhante Director, que depois de ter trabalhado durante algum tempo junto dele, sem parar nem para almoçar, começou a ausentar-se ao meio-dia.
Então o Director Geral do Banco, chamou um detective privado do Banco e disse-lhe:
"Siga o Director Lopes durante uma semana, não vá ele andar a fazer algo sujo."
O detective, após cumprir o que lhe havia sido pedido, voltou e informou:
"O Director Lopes sai normalmente ao meio-dia, pega no seu carro, vai a sua casa almoçar, faz amor com a sua mulher, fuma um dos seus
excelentes cubanos e regressa ao trabalho."
Responde o Director Geral: "! Ah, bom, antes assim. Não há nada de mal nisso."
Logo de seguida o detective pergunta:
"Desculpe. Posso tratá-lo por tu?"
"Sim, claro.", respondeu o Director surpreendido!
"Bom então vou repetir:", disse o detective,
"O Director Lopes sai normalmente ao meio-dia, pega no teu carro, vai a tua casa almoçar, faz amor com a tua mulher, fuma um dos teus excelentes cubanos e regressa ao trabalho."


É assim! A língua portuguesa é muito traiçoeira.



Obrigada Lolita:-)
publicado por floreca às 00:34

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 11 de Junho de 2004 às 13:35
Olá!!! Viva !!! Sou novo por cá e gostei muito!!! Prometo voltar....adorei as cores e o grafismo!!! Muito bonito!!! Parabéns!Armando
(http://portugalnoseupior.blogs.sapo.pt)
(mailto:pcmaia@sapo.pt)
De Anónimo a 11 de Junho de 2004 às 01:33
Obrigada Lolita! é de facto traicoeira! Foi obrigada a quê, já agora? E gostou? ;-)zé cutivo
</a>
(mailto:antoniosoares17@iol.pt)

Comentar post